Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Introvertida

Introvertida. Intuitiva. Sentimental. Perceptiva.

14
Set21

Saber Viver

Pergunta original: Como posso reacender os meus princípios e começar a viver o presente?

Primeiro que tudo deixem-me que diga que tenho andado exausta... Muito trabalho, muito caos, pouco sono e pouca energia mental e psíquica. Diria que a minha energia vibra a uma frequência muita, bastante, baixa. E isto não é viver.

O que me leva, directamente, a este tema. Quando li esta pergunta tentei fazer, imediatamente, uma lista mental dos princípios que mais prezo. Deixei esta ideia a marinar, achei que a resposta iria por este caminho mas depois surgiu uma dúvida... E digam-me se isto acontece ou não convosco. Os meus princípios, vejo-os projectados nos outros, ou seja, quando penso no que me é mais importante e nas regras que regem (ou que deveriam reger) a minha vida, penso que os outros deveriam ser assim. Parto do princípio de que eu já me comporto dessa maneira e que coloco em acção tudo o que para mim é importante. Só que não... E é aqui que compreendo a importância e a pertinência da questão.

Porque só quando agimos de forma consciente, alinhados com os nossos princípios, é que conseguimos viver no presente. E, tirando um psicopata ou outro, todo o ser humano estima os mesmo princípios básicos que deveriam conduzir a sociedade à harmonia. E lá vou começar com a minha lenga-lenga de a Humanidade ser uma só e é muito mais aquilo que nos aproxima do que aquilo que nos separa. Isto a um nível espiritual e não material. As nossas preocupações e batalhas pessoais são as mesmas, só em fases diferentes da vida e se calhar, até, em intensidades desiguais.

Gosto muito que as pessoas sejam transparentes e que a comunicação flua. Mas sabemos que isso não é possível. Muita coisa é deixada por dizer por medo de ferir sentimentos de alguém que se encafua no quentinho do seu próprio ego e não é capaz de compreender que o mundo não gira à sua volta.

Sei que não vivo de acordo com alguns dos meus princípios. Limito-me a seguir as normas da sociedade e a fazer o que é suposto. Que vivo existo de forma pouco consciente já eu sabia, mas foi uma novidade perceber que parte do problema foi exactamente o abandono dos meus princípios.

daqui

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Fórum Saúde Mental Portugal

A Ler

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D