Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Introvertida

Introvertida. Intuitiva. Sentimental. Perceptiva.

27
Jun22

Objectivos para o Futuro

Há quem diga que sou negativa mas, honestamente, prefiro não pensar no futuro porque quando o faço, sinto-me sufocada. Faço parte do grupo de pessoas que acha que o futuro não será muito bom. Que tudo será instável e imprevisível.

Já escrevi e volto a escrever que um dos meus grande objectivos é voltar à faculdade. Neste momento apenas tenho uma opção porque os custos das faculdades privadas estão com propinas altíssimas, a metade do meu salário! Gostava de fazer Gestão de Empresas, muito pelas oportunidades - suponho que mais alargadas - que me pode trazer. Anúncios de emprego hoje em dia são de rebolar a rir mas trazem-me mesmo muita ansiedade.

Gostava muito de encontrar um emprego onde me sinta útil. Onde o que produzo seja realmente útil. Mas não sei sequer que caminho tomar.

Em resposta ao desafio da Ana de Deus.

25
Jun22

O Que é Amar Alguém

Não sei.

Mas não vou perder a oportunidade que o desafio desta semana me dá para vos falar da minha vida amorosa. Praticamente inexistente até há uns dias atrás.

Sempre tive muitas dificuldades em estabelecer relações amorosas (e não só). Não gosto de falar de mim. Não gosto de demonstrações de afecto. Nem dos outros nem minhas. Tenho ideia de que sempre as evitei para não mostrar fraqueza nem dependência.

A 18 de Abril falei da minha paixoneta. E das dúvidas que me assomavam - e continuam a assomar - sobre a realidade e a origem dos meus sentimentos. Não quero fugir à minha verdade nem enganar os outros com ilusões. Mas não será fácil saber, no início do que quer que isto seja, a verdadeira natureza do que sentimos. Ele diz que lhe faço bem, que gosta de conversar comigo e da minha companhia mesmo que estejamos em silêncio. Eu, enquanto introvertida, não me vou importando com a conversa de circunstância, as perguntas constantes que numa qualquer outra situação me sufocariam. Porque sinto que há tempo. Haverá muito mais tempo. Tentamos passar tempo juntos. Tanto quanto nos seja possível e tolerável para mim. Porque tenho os meus limites e os meus tempos a respeitar. E não me lembro de me sentir tão bem com alguém. De querer tanto o abraço de alguém. De lhe querer bem. De não me importar de estar horas a namorar, sem pensar no tempo ou no que as pessoas à minha volta pensam.

Honestamente... Assusta-me sentir-me assim. Não estou habituada a ter atenção nem a ter alguém que fale assim comigo. Não estou habituada à companhia. Receio que ele perca a paciência comigo por não compreender a minha lerdice nem o quanto isto é novo e esmagador para mim.

Em resposta ao desafio da Ana de Deus.

farol.jpeg

ilustração feira por mim esta manha, um pouco à pressão

14
Jun22

A Invencibilidade do meu Poder de Escolha

Pergunta Original: Am I cultivating the invincibility of my power to choose?

invencível
in.ven.cí.vel
adjetivo de 2 géneros
que não pode ser vencido; insuperável; irresistível

Ter a certeza de que as escolhas que fazemos são as melhores.

Funciono muito à base da intuição e do instinto no momento de fazer escolhas. Principalmente aquelas que urgem respostas imediatas.

Quando tenho tempo para pensar, até recorro à minha psicóloga para uma maior lucidez. Mas tenho aprendido a viver com as escolhas erradas. Foram as que tomei com as informações e aquilo que sabia na altura de as fazer.

Tem-me acontecido, no futuro, arrepender de algumas escolhas feitas. Por saber que foram pensadas e tomadas contra o meu instinto inicial.

Mais importante que ter a certeza de que fazemos as escolhas certas é conseguir viver bem com as que foram mal feitas.

13
Jun22

Esperança

Esta noite sonhei com uma estrela cadente. E senti calma, serenidade e esperança.

No sonho, estava em fuga de algo. Acho que até de algo sobrenatural.

A estrela passou e pedi um desejo relacionado com a minha vida real. Sorri e enconstei-me nas telhas do telhado onde me encontrava.

shooting star.png

ilustração criada em Canva

13
Jun22

alguém que me inspira

a minha mãe inspira-me sempre. a ser melhor pessoa. a fazer as coisas sem esperar nada em troca. a ser prestável. nem sempre surte efeito.

o meu irmão inspira-me a lutar pelos meus interesses sem nunca prejudicar os outros. a defender o que, pelos nossos padrões, é justo, bom e belo. sempre de consciência limpa.

a minha colega de equipa que me inspira a aprender a gostar ou a, pelo menos, ter algum brio naquilo que vou fazendo. se não no trabalho em si, em procurar formas de melhorar a forma de o fazer.

acho que muitas pessoas, anónimas, me inspiram. todos os dias. em pequenos detalhes. nem que seja através das histórias que lhe crio na minha cabeça.

em resposta ao desafio da Ana de Deus

inspire 3.jpg

ilustração criada em Canva

06
Jun22

O Meu Percurso Académico

Acho que já falei dito noutro post.

Tirei um curso em Turismo. Com uma vertente em Operadores Turísticos.

Valeu pelo país que conheci em visitas de estudo. Pelas cultura geral. Não me tem servido de muito.

Quando terminei, em 2009, aproveitando o Processo de Bolonha, pedi equivalências para ingressar em Gestão Hoteleira. Ainda fiz algumas aulas mas não fui capaz de continuar. Se não me integrei na minha turma, com pessoas da minha idade, senti-me pouco à vontade para estar com estudantes mais novos que eu. Ao final de um mês, comecei uma Pós Graduação em Gestão Hoteleira. Também de pouco me serviu mas é mesmo assim.

Foi o que teve de ser.

Gostava muito de voltar a ingressar na faculdade para fazer Gestão. Mais tarde gostaria de estudar Relações Internacionais.

Em resposta ao desafio da Ana de Deus.

uni.jpg

ilustração criada em Canva

Pág. 1/2

Mais sobre mim

Dezembro Bondoso

A Ler

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D