Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Introvertida

Introvertida. Intuitiva. Sentimental. Perceptiva.

28
Mar22

Formas de ganhar o meu coração

hmmm... tenho de ser honesta e dizer que não sei... 

gosto de um gajo bem desenrascado. se cozinhar decentemente ganha pontos.

afectuoso e carinhoso mas que me dê espaço.

compreensivo e empático. honesto, claro. confiante e humilde.

se me ensinar alguma coisa também ganha pontos.

aventureiro e curioso. sentido de humor para ter certeza que não se ofende com facilidade.

que cuide de si externa e internamente. sem extremismos.

confiante q.b. e que não tenha medo de se expressar nem de falar. que saiba escutar.

bons abraços são sempre bem vindos.

acho que a parte da comida é mesmo importante 

mas e se a tal química não existir? conquista-se na mesma?

 

Em resposta ao desafio da Ana de Deus

the way to the heart.jpg

ilustração criada em Canva

22
Mar22

algo de bom

nota em algo que corre bem mesmo que o dia de hoje esteja difícil

... nem sei por onde começar... há um semana que não durmo em condições. e quando digo em condições, é não dormir. desde que me lembro que durmo mal mas nunca experienciei isto. insónia por tanto tempo e tão agressiva. acordar cansada, com olheiras até ao umbigo. incapaz de manter os olhos abertos. dor de cabeça. incapaz de funcionar. e de pensar que nas semanas anteriores dormi tão bem e, de repente, isto. este mal estar que nem sei de onde vem. não estou nem me sinto preocupada com nada em particular. o ansiolítico dá-me nervos e palpitações, a melatonina não funciona e chás e mezinhas nem valem a pena. resisto e quero resistir a drogas mais fortes.

tenho tido imensas boas razões para ir trabalhar apesar do meu sentimento de inutilidade aumentar de dia para dia e apesar de ter de acordar cedíssimo. nunca me senti demasiado cansada, apenas o suficiente para adormecer e ter um sono minimamente reparador. hoje foi o sexto dia que faltei ao trabalho, foi o oitavo dia em que policiei os meus pensamentos e tentei perfurar o meu inconsciente para tentar perceber o que se passa.

hoje saí de casa para ir às urgências para não ser atendida. voltarei amanhã. apanhei chuva e comi o pior bolo de arroz que alguma vez comi. consegui uma consulta do sono com relativa rapidez mas tive pessoas que se preocuparam comigo.

undead.jpg

21
Mar22

A Torre

21 - 27 Março

Esta carta mostra-nos uma torre que se equilibra no topo de uma montanha que se ilumina pelos relâmpagos que a atingem. Duas pessoas saltam de cabeça pelas janelas, de braços abertos. É uma cena de caos e destruição. A Torre, em si, é uma estrutura sólida mas, porque foi construída sob alicerces instáveis, é necessário apenas um relâmpago para que a derrube. Representa ambições e objectivos criados a partir de premissas falsas. O relâmpago representa uma vaga repentina de energia e discernimento que nos leva a um progresso ou revelação. Entra pelo topo do edifício e derruba a cúpula/ coroa, simbolizando energia a fluir do Universo - de cima para baixo -, pelo chakra coronário. As pessoas estão desesperadas para sair do edifício em chamas ignorando o que as espera. À sua volta, 22 chamas representam os 12 signos do zodíaco e as 10 pontas da Árvore da Vida, sugerindo que mesmo em tempos de crise, há sempre intervenção Divina.

Quando esta carta aparece numa leitura, devemos esperar o inesperado - mudanças radicais, revoltas, destruição e caos. Pode ser um divórcio, morte de um ente querido, fracassos financeiros, problemas de saúde, desastres naturais, perda de emprego ou qualquer evento que nos abale, afectando-nos a nível espiritual, mental e físico. Não há como escapar. A mudança vem para causar estragos, caos e destruir tudo no seu caminho. Mas diz que é para o nosso bem 

Quando pensamos estar confortáveis e a salvo, um momento destes atinge-nos e entramos numa roda-viva. Um relâmpago de claridade e discernimento abre caminho por entre as mentiras e ilusões de que nos temos alimentado e agora a verdade aparece-nos. O nosso mundo desmorona-se de formas que nunca imaginámos pois não sabíamos que a nossa vida se erguia sob alicerces instáveis - falsas suposições, mentiras, ilusões... Nestes momentos questionamos o que é e o que não é real; em que podemos e não podemos confiar. Esta situação pode ser confusa e desorientar-nos especialmente quando as nossas crenças são desafiadas. Contudo, com o passar do tempo, compreenderemos que vivíamos uma vida construída em falsas crenças.

A melhor forma de ultrapassar esta fase é permitir a auto destruição da nossa estrutura actual para que possamos reconstruir e reconcentrar. De qualquer forma, com esta carta, não temos outra opção que não rendermo-nos à destruição e ao caos, ainda que indesejados ou dolorosos. A mudança necessária nestes níveis tão profundos é difícil mas temos de acreditar que a vida acontece PARA nós. Esta destruição permite um novo crescimento para que a nossa alma evolua. Depois desta experiência, cresceremos mais fortes, mais sábios e mais resilientes enquanto desenvolvemos uma nova perspectiva sobre a vida. São momentos necessários para o nosso crescimento espiritual. A verdade e a honestidade trarão mudanças positivas ainda que sintamos ansiedade e dor durante este processo.

Felizmente, a Torre nem sempre está associada a dor e tormento. Se estamos alinhados e conscientes com o nosso GPS interno, esta carta pode indicar uma revelação ou um despertar espiritual. Poderemos prever o início do caos mas conseguir tomar acções antes que tudo rua à nossa volta. Poderemos criar transformações antes de sermos forçados a fazê-lo. Na sua forma mais positiva, a Torre é uma oportunidade de nos libertarmos de formas de pensar antigas e que nos restringem.
 
Com o apoio de Biddy Tarot
20
Mar22

A Sabedoria do Trauma

quote gabor mate.JPG

Há umas semanas cheguei a casa para encontrar este documentário. Já tinha ouvido falar mas nunca me tinha lembrado de o procurar para ver. Se tiverem um tempinho, já sabem...

Quando falo às pessoas da importância das emoções na nossa saúde, olham para mim como se fosse um alien. Podemos continuar a comer de forma saudável e a fazer o exercício que for preciso mas, se não lidarmos com a dor e as emoções que resultaram de traumas, a doença é certa.

16
Mar22

deixa-te absorver num actividade interessante ou criativa

há umas semanas atrás fiz uma leitura de aura. a melhor que alguma vez já fiz ❤ diz que tenho uma energia muito criativa e preciso de me expressar através das mãos. "faz trabalhos manuais". e faço. e tenho mesmo essa necessidade de criar com as mãos mas a parte da criatividade falha-me pelo medo.

esta noite foi mais uma passada em branco. mais um dia de trabalho perdido. mas uma oportunidade para criar.

 

Pág. 1/4

Mais sobre mim

Dezembro Bondoso

A Ler

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D