Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Introvertida

Introvertida. Intuitiva. Sentimental. Perceptiva.

28
Fev22

Rei de Pentáculos

28 Fevereiro - 6 Março

O Rei de Pentáculos está sentado num trono embelezado por esculturas de touros - representam a sua conexão com o signo astrológico de Touro; e uvas e videiras adornam o seu manto, simbolizando riqueza e abundância. Na mão direita o Rei segura o ceptro do seu poder e, na esquerda, uma moeda de ouro, símbolo da sua influência material. Este Rei tem uma habilidade inata de criar riqueza material e abundância financeira sendo capaz de manter a sua riqueza ao longo do tempo através de autodisciplina, controlo e liderança. A seus pés e ao redor do trono estão mais videiras, flores e plantas, representando a maior conquista do sucesso material. O seu castelo fica atrás dele, um símbolo de tudo o que ele construiu através dos seus esforços e determinação. Este rei é, portanto, muito sério em relação à segurança financeira e fez da acumulação de riqueza o seu foco na vida. Orgulha-se das suas conquistas e gosta de mostrar aos outros os seus bens e riquezas.

O Rei de Pentáculos representa riqueza material, abundância financeira e sucesso mundano. Este Rei é um provedor fiel. Usa a sua ambição e confiança para criar riqueza para si e para os outros e gera a sua autoestima a partir do que acumulou e pode compartilhar com os outros. É também uma figura paterna que fornece conselhos, orientação e sabedoria, especialmente em assuntos financeiros e relacionados com trabalho. Quando esta carta aparece numa leitura, sentimo-nos confiantes e bem-sucedidos. Não apenas identificamos oportunidades de crescimento e sucesso, mas também usamos autodisciplina e controlo para gerir a riqueza e investi-la, a longo prazo, com sabedoria. A chegada deste Rei indica que conseguimos traduzir uma visão em algo tangível, prático e muitas vezes muito lucrativo.

O Rei de Pentáculos pode indicar o cumprimento final de uma tarefa criativa, um empreendimento ou investimento. Através de diligência, responsabilidade e atenção ao detalhe, conseguimos grandes coisas e podemos finalmente dizer que atingimos os nossos objetivos. Agora podemos desfrutar dos sucessos que criámos. Este Rei sabe que uma abordagem metódica, planeada e bem pensada levará ao sucesso.

Com o apoio de Biddy Tarot

21
Fev22

modas

não compreendo esta moda de andar de soutien com um casaco aberto por cima. casaco que descai sobre os ombros. mesmo que esteja frio. o meu pai não me deixaria sair assim para ir para a escola...

a tua emancipação vem com a educação. a tua roupa não se expressa por ti. leiam coisas que não leriam, saiam de casa sem o telemóvel, passeiem sem tirar uma única fotografia, escutem opiniões diferentes e pensem. desliguem a televisão e metade dos vossos problemas desaparecem e o mundo deixa de ser o bicho papão. comam comida de verdade e nutritiva, partilhem o que vos vai na alma.

não estou imune a estas coisas mas quando observo as pessoas à minha volta não consigo deixar de me sentir desiludida. desculpem a crueza do post mas...

modas.jpg

ilustração em Canva

21
Fev22

amizades do coração

opah... tema difícil... nunca fui dada a amizades. nunca fui de muita entrega e não sei identificar amizades verdadeiras. não sei porquê mas desenvolvi uma desconfiança grave em relação às intenções das pessoas. tenho dificuldade em considerar alguém de amigo. o que é suposto esperar dos outros? o que esperam os outros de mim? o que é suposto e até onde posso partilhar? o que é suposto dizer ou pensar? o que é que realmente nos une além da circunstância? tenho imensas dificuldades em criar ligações com os outros e sinto que quando existe uma, não é pelos motivos certos ou as pessoas não estão realmente interessadas em conhecer-me e que quando eu deixar de "ser útil", viram as costas. e antes que isto aconteça, faço-o eu mantendo uma distância, tendo sempre a certeza de que não me envolvo em demasia e quando vejo que a suposta amizade terá um fim num futuro próximo, eu diminuo ou corto a relação.

na escola primária sabia que tinha imensos amigos. provavelmente a escola toda. as coisas nessa idade são bem mais simples desde que conseguissemos rir, brincar e jogar à apanhada. enquanto fui ficando mais velha e nas mudanças de escola e turmas, fui deixando de ter pontos em comum com as pessoas da minha idade. tive amigos na escola mas nunca tive amigos de rua. os telemóveis eram novidade e nem amigos digitais existiam. eu não era garota bonita como as minhas colegas de escola. não era feminina. tinha muita acne, era peluda e parecia um rapaz. não saía à noite, não gostava. não sabia quem tinha curtido com quem. ficava de fora das conversas, dos assuntos, das pessoas.

as pessoas que conheço há mais tempo acompanham-me há cerca de 13 anos e nem essas tenho conseguido manter por perto. sinto-me sempre inferior, atrasada, envergonhada. a pessoa que conheço há mais tempo, conheço desde que temos 5 anos, com um interregno de 16 anos mas com quem também não sinto um total à vontade para desabafar quando quero e sobre o que quero.

não sei...

amizade.jpg

ilustração minha

Em resposta ao desafio da Ana de Deus (tinha-me esquecido da ligação!)

18
Fev22

comunicação bondosa

fala com todos de forma bondosa, incluindo a ti mesma

estou a passar por um período de bastante ansiedade. não só por estar em casa mas por ter um certo receio de voltar ao trabalho para a semana. receio de perceber que não faço falta nem diferença. o que custaria, especialmente por sentir que não faço nada de útil. além disso, síndrome pré menstrual traz-me irritabilidade e pensamentos de tendência mais negativa.

em finais de dezembro foi reconhecida a minha capacidade de organização e a possibilidade de tomar conta de tarefas mais administrativas e de back office. isso ainda não aconteceu e sinto que está cada vez mais longe de acontecer. devido a circunstâncias fora do meu controlo, isto, que me deveria estar a acontecer a mim, está a acontecer com o meu colega que além de ser mais novo - em idade e antiguidade - não sabe metade das coisas que eu sei e apenas se interessa por fazer uma tarefa sem mostrar qualquer interesse em aprender outras coisas e tomar iniciativa e participar na criação de processos. sinto-me extremamente desmotivada, colocada de parte e parece que por mais que fale e me imponha, mais longe estou de fazer algo que não seja o que faço e que odeio fazer! tenho aquela sensação de que quando voltar tudo estará bem quando desejo, no fundo, que tudo desabe na minha ausência.

bem sei... são pensamentos e desejos egoístas.

speak kindly.jpg

ilustração criada em Canva

Pág. 1/5

Mais sobre mim

Junho Jubiloso

A Ler

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D